Pré-publicação de «Diário de Guantánamo» na Sábado

A revista Sábado fez uma pré-publicação do livro que é um testemunho (possível, pois o texto tem mais de 2500 linhas censuradas) daquilo que se passa dentro da prisão de Guantánamo, contado por um prisioneiro aí detido desde de 2002.

Em Diário de GuantánamoMohamedou Ould Slahi descreve com um detalhe e uma proximidade inéditos até hoje, os processos de captura, interrogatório, brutalização e tortura perpetrados pelas autoridades dos EUA ao abrigo da chamada «War on Terror».

Saiba mais sobre o livro em www.vogais.pt e leia gratuitamente os primeiros capítulos.

150326 - Sábado Pré-Publicação Diário de Guantánamo - Vogais

 

150326 - Sábado Pré-Publicação Diário de Guantánamo 1 - Vogais

Vencedor do Prémio Pulitzer na «Frontline»

O livro Guerra nas Sombras: O Exército Secreto da CIA surge com destaque nas páginas da revista Lifestyle and Business Frontline. Neste livro surpreendente, Mark Mazzetti revela várias operações e atuações secretas perpetradas pelas forças militares americanas um pouco por todo o mundo. Jornalista vencedor do Prémio Pulitzer, revela como os EUA passaram a perseguir os seus inimigos usando táticas inéditas: drones controlados à distância; assassinos contratados para eliminarem alvos específicos ou estabelecerem redes de espionagem clandestinas; exércitos paramilitares e mercenários; ou serviços de informação estrangeiros, pouco fiáveis.

140801 Frontline -  Guerra nas Sombras

Veja o booktrailer deste livro e leia os primeiros capítulos gratuitamente em www.vogais.pt.

“A Sexta Extinção” no jornal regional de referência “Correio do Minho”

140529 Press Sexta Extincao-01

Sempre com excelentes recomendações para os seus leitores, o Correio do Minho coloca na sua lista de preferências A Sexta Extinção da premiada jornalista Elizabeth Kolbert.

«As longas viagens que Elizabeth Kolbert realizou durante a pesquisa para este livro, e o tratamento pormenorizado tanto dos factos históricos como dos científicos, fazem de A Sexta Extinção uma contribuição muito valiosa para a compreensão das nossas circunstâncias atuais.»  – Al Gore, The New York Times Book Review

Elizabeth Kolbert traça a evolução das cinco extinções no planeta e revela como o desaparecimento de várias espécies em todo o mundo está a destruir o equilíbrio dos sistemas naturais e a diversidade animal, colocando em perigo a vida na terra e a sobrevivência da humanidade.

Veja o booktrailer deste livro e leia os primeiros capítulos gratuitamente em www.vogais.pt.

Correio do Minho A Sexta Extinção

 

Os segredos do sucesso desvendados

140617 Press Dar e Receber-01

Adam Grant, com apenas 31 anos, é o professor titular mais jovem de sempre da prestigiada Wharton School, tendo recebido o prémio de Excellence in Teaching por todas as cadeiras que deu nesta universidade. Toda a sua carreira foi construída sobre a teoria que apresenta em Dar e Receber, onde, depois dos resultados das suas investigações pioneiras, conclui que as pessoas mais bem-sucedidas e os colaboradores mais produtivos são também os mais generosos e altruístas.

«Provavelmente um dos mais importantes livros deste século. Uma preciosidade, de leitura agradável e que destrói o mito de que a ganância é o caminho para o êxito.» – Robert Sutton, autor de Scaling Up Excellence

asdsd2

PORQUE CHEGAM ALGUNS AO TOPO, ENQUANTO OUTROS NÃO PASSAM DA MEDIOCRIDADE? COMO PODEMOS SER BEM-SUCEDIDOS NA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL?

A partir dos resultados das suas investigações pioneiras na Wharton School, onde é professor titular, Adam Grant revela neste livro que, ao contrário do que muitos pensam, as pessoas mais bem-sucedidas não são as mais egoístas e implacáveis nem as que agem com base em trocas mútuas.

Os que chegam mais longe são os doadores, que dão o seu melhor aos outros sem reservas nem exigências.

Aclamado pela crítica e elogiado por gestores, líderes empresariais e professores universitários um pouco por todo o mundo, Adam Grant mostra o que os doadores bem-sucedidos fazem de diferente em cinco áreas-chave — networking, colaboração, influência, negociação e liderança —, e o que as restantes pessoas podem aprender com os métodos deles.

dede

A TV Guia recomenda “Jogo de Vida ou Morte”, do autor e jornalista Luís Aguilar

Press

O Mundial do Brasil já arrancou e são muitas as notícias que vão encher os jornais, rádios, e os ecrãs de televisão.  Mas não é só do presente que vive o Futebol Mundial. É feito também de histórias passadas que merecem ser contadas para que, no presente, se perceba a razão porque o futebol é apelidado de “desporto-rei”, e porque os mundiais de futebol mexem tanto com paixões e ideais.

Faça, então, uma viagem pela história dos mundiais de futebol com o Luís Aguilar e com o livro Jogo de Vida ou Morte na mão, uma obra recheada de heróis e vilões das histórias mais negras dos mundiais (de 1930 a 2014), muitas desconhecidas do público em geral. Um livro que conta com a participação de Paulo Futre.

A TV Guia também gostou e recomendou!

140116 TV GUia - Jogo de Vida ou Morte

 

A Terra passou por cinco extinções em massa, a sexta somos nós…

140529 Press Sexta Extincao-01

«Um livro acessível, inteligente, cientificamente irrepreensível e impossível de largar.» – Publishers Weekly

Nos últimos 500 milhões de anos, a Terra passou por cinco extinções em massa, nas quais a diversidade da vida no planeta se reduziu drástica e subitamente. Pela primeira vez na história da Terra, uma extinção em massa está a ser provocada por uma única espécie: o Homem.

Elizabeth Kolbert, jornalista da The New Yorker desde 1999, acompanhou cientistas um pouco por todo o mundo à procura de factos concretos sobre a ação do ser humano no meio ambiente. Dessa experiência resultou um livro surpreendente, A Sexta Extinção, que alerta sobre as várias ações do Homem que empurram a Humanidade para o seu fim.

A Sexta Extinção

«As longas viagens que Elizabeth Kolbert realizou durante a pesquisa para este livro, e o tratamento pormenorizado tanto dos factos históricos como dos científicos, fazem de A Sexta Extinção uma contribuição muito valiosa para a compreensão das nossas circunstâncias atuais.»  – Al Gore, The New York Times Book Review

Elizabeth Kolbert traça a evolução das cinco extinções no planeta e revela como o desaparecimento de várias espécies em todo o mundo está a destruir o equilíbrio dos sistemas naturais e a diversidade animal, colocando em perigo a vida na terra e a sobrevivência da humanidade.

Nos últimos dois séculos alterámos a composição da atmosfera devido às emissões de CO2 geradas pela nossa atividade; aumentámos a acidez dos oceanos e a temperatura média do planeta; transformámos mais de 50% da superfície da Terra, incluindo grande parte das florestas tropicais; expulsámos espécies dos seus habitats naturais; e provocámos danos irreparáveis no ecossistema global.

Hoje, a comunidade científica monitoriza a sexta extinção, prevista como o evento mais devastador desde o impacto do asteroide que matou os dinossauros há 65 milhões de anos. Mas, desta vez, o asteroide somos nós.

Veja o booktrailer deste livro e leia os primeiros capítulos gratuitamente em www.vogais.pt.

 

“Catástrofe 1914: A Europa vai à Guerra” na mesinha de cabeceira do Metro

140502 Press 1914-01

O jornal Metro recomenda aos seus leitores o «magistral» livro de Max Hastings Catástrofe 1914: A Europa vai à Guerra.

Um livro multipremiado, presente nas listas dos melhores do ano das mais prestigiadas publicações mundiais.

O livro explica o que aconteceu à Europa em 1914, através de uma abordagem detalhada mas acessível, cruzando testemunhos de generais e estadistas, camponeses, donas de casa e soldados de sete nações. A sua narrativa desfaz mitos e fornece opiniões surpreendentes e controversas.

Veja o booktrailer deste livro e leia os primeiros capítulos gratuitamente em www.vogais.pt.

140603 Metro - Catástrofe 1914

Heróis e vilões das histórias mais negras dos mundiais de futebol

Press

Já não falta muito para a maior festa do futebol começar. O Mundial do Brasil está ao virar de um apito e são muitas as histórias que vão encher os jornais e os ecrãs de televisão.

Luís Aguilar antecipou-se e deu o pontapé de saída com Jogo de Vida ou Morte, um livro recheado de heróis e vilões das histórias mais negras dos mundiais (de 1930 a 2014), muitas desconhecidas do público em geral. Paulo Futre assina o prefácio. 140430 Animoto Jogo de Vida ou Morte-03

«Se perderem por quatro golos contra o Brasil, não voltam a ver as vossas famílias.» 

Mobutu, ex-presidente do Zaire, dirige-se aos jogadores da selecção do seu país desta forma, no Mundial de 1974, realizado na Alemanha. O Brasil enfrenta o Zaire e precisa de ganhar pelo maior número de golos para se apurar para a fase seguinte. Minuto 79: o marcador está 3-0 a favor dos brasileiros. Livre directo para o Brasil à entrada da área. Rivelino prepara-se para bater a bola. Ilunga está na barreira do Zaire. O seu colega olha para ele e diz: «Vê se não há qualquer buraco nesta barreira ou vamos todos ter problemas.»

 Ao olhar para Rivelino e ouvir estas palavras, Ilunga entrou num estado de desespero, medo e ansiedade. Nessa altura acontece um dos momentos mais insólitos da história dos mundiais de futebol. Ilunga sai da barreira e pontapeia a bola antes que o jogador brasileiro o faça. Levou um cartão amarelo e foi alvo de chacota generalizada. O que ninguém imaginava era que aquele acto ridículo se devia a um jogo de vidaou morte. Literalmente.

Esta história, passada há 40 anos, é uma das muitas que ilustram o lado sombrio do futebol. É desse lado negro, mas também do contraponto heróico, que este livro nos fala, passando em retrospectiva quase um século de Mundiais de futebol. De Sindelar a Hitler, de Eusébio a Salazar, de Sócrates a João Havelange, de Maradona a Margaret Thatcher, passando por Romário, Drogba e pelo caso “Saltillo”.

1

Luís Aguilar define este livro como «uma luta entre o bem e mal através do futebol e do imenso mediatismo de uma competição como o Mundial». «Com heróis e vilões, com corajosos e cobardes, com jogos que vão muito além do relvado. Em muitos casos, jogos de vida ou morte.»

O autor começou por estudar Antropologia, mas foi no jornalismo que desenvolveu os seus primeiros trabalhos e o gosto pela literatura. Desde 2009 publicou as obras Jogo Sujo, biografia do ex-futebolista Fernando Mendes, o romance Sexo, Morte e FutebolEl Portugués parte I e parte II, as biografias de Paulo Futre, Correio de Droga, uma histórica baseada em relatos verídicosJogada Ilegal, sobre os grandes casos de corrupção na FIFA e no futebol internacional.

Tem colaborado com diversos órgãos de comunicação, entre os quais se destacam A BolaRecordSábadoPlayboyCM TV SIC. Trabalha como jornalista, escritor, cronista, apresentador, argumentista e formador de escrita criativa.

 

 

 

 

Mónica Menezes explica “Guia Prático do Emigrante” em entrevista ao “i”

Guia Prático do Emigrante

Mónica Menezes, autora do Guia Prático do Emigrante, explicou, em entrevista ao Jornal i, quais as principais dificuldades que as pessoas encontram quando estão a pensar em emigrar, e de como as mesmas a impeliram a escrever este precioso guia.

A jornalista, porque percebeu que a informação sobre este tema estava muito dispersa, resolveu então juntar todos os dados mais relevantes num livro que servisse de guia a quem quer ou, fruto da atual conjuntura, se vê obrigado de emigrar.

Guia Prático do Emigrante inclui, para cada país, casos reais de emigrantes portugueses — histórias de maior ou menor êxito, nas quais encontra exemplos dos desafios que o esperam e conselhos valiosos para o seu futuro.

Um manual valioso que fará toda a diferença na sua vida. Conheça mais sobre o livro e leia os primeiros capítulos gratuitamente em www.vogais.pt.

20140503 Jornal I - Guia Prático do Emigrante

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...