Não perca a entrevista de Carlos Cruz sobre o seu novo livro no Canal Q

 

Se não teve oportunidade, não perca aqui a oportunidade de ver e ouvir Carlos Cruz falar sobre o seu novo livro Inocente para além de qualquer dúvida. A entrevista foi realizada por Luís Gouveia Monteiro no programa O Que Fica do que Passa do Canal Q.

O livro já está à venda e promete dar muito que falar. Segundo comentários já realizados por parte de leitores que ontem o adquiriram, Inocente para além de qualquer dúvida é “um livro de leitura compulsiva”, “mais parece um policial inspirado numa teoria da conspiração”.

Pegando nas palavras de Miguel Esteves Cardoso, que prefaciou o livro: «Leia este livro. Por favor. Esqueça quem é o autor e ponha-se no lugar dele. Apanhará um grande susto. Porque poderia muito bem ser. Verá a facilidade com que a ausência da presunção da inocência e, sobretudo, do benefício da dúvida, podem condenar um arguido muito antes de ter sido formalmente condenado. Este livro é a defesa de Carlos Cruz – a defesa que quase ninguém conhecia. O que pensávamos saber baseava-se em cabeçalhos bombásticos e reportagens aparentemente sérias que mais não fizeram do que demonstrar o imenso poder do mau jornalismo. (…)  É um caso que a grande maioria das partes envolvidas gostaria que ficasse arrumado, para que não se lembrasse a fraca figura que fez. Os que mais quiseram falar são os que agora mais querem calar. Leia este livro, para poder respirar fundo. E por uma questão de justiça.»

Recorde-se que o lançamento do livro irá realizar-se no dia 18 de janeiro, às 18h30, no Teatro Villaret (entrada livre), e terá a apresentação do Dr. Manuel Pedro Magalhães (Director Clínico do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>