Tuning literário na Póvoa

À sexta-feira, a sexta mesa redonda das Correntes. Escolhemos um momento memorável (entre vários): Alberto Torres Blandina trouxe um PowerPoint de papel para defender que a arte no século XXI tem objectos em excesso, e que a responsabilidade dos escritores é hoje abraçar os textos do passado e dar-lhes um novo presente, rescrevendo-os. O “tunning literário” que alguns já tentaram, com ou sem sucesso, e que nos falta (será verdade?) experimentar em Portugal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>