Sem distinção

No início da quinta mesa redonda do Correntes D’Escritas, Mário Zambujal explicou, com o seu humor habitual, que neste evento encontra sempre amigos e gente boa, independentemente do seu papel no mundo editorial. Esta é uma sensação partilhada por todos os que por aqui passam: autores, editores, jornalistas e leitores pisam todos o mesmo chão, não existem estrados ou lugares exclusivos.

As noites são vividas no bar do hotel que se veste, nestes cinco dias, de quartel-general das Correntes. Sem distinção entre quem escreve, quem edita, quem publica, quem lê, quem promove e quem observa com olhar de jornalista. A fotografia retrata um pedaço deste convívio:

(da esquerda para a direita: Maria João Machado, Porto Editora; Luis Ricardo Duarte, Jornal de Letras; Paulo Gonçalves, Porto Editora; Sara Figueiredo Costa, Cadeirão Voltaire, Revista Ler; Nuno Seabra Lopes, Booktailors; e Inês Bernardo, semanário Sol)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>